Cavalgada dos amigos

Cavalgada dos amigos
Create your survey with SurveyMonkey

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Cansanção: Eleição para escolha do novo presidente da Câmara termina em confusão.


Tudo começou após uma suposta agressão sofrida pelo vereador Agnaldo Alcântara.

A eleição para escolha do novo presidente da Câmara de Vereadores de Cansanção que seria realizada na manhã desta segunda-feira (15) terminou em confusão.

Tudo começou após uma suposta agressão sofrida pelo vereador Agnaldo Alcântara momentos antes do início da sessão, a confusão acabou se generalizando, o que teria levado o presidente da Câmara Rodrigo Gomes a adiar a sessão.

Apesar de haver sido feito uma limpeza imediata no ambiente logo após o tumulto, as imagens não deixam dúvidas, a confusão na casa legislativa foi grande.

Logo após o conflito, o vereador Agnaldo Alcântara foi até a delegacia registrar ocorrência e os  vereadores Rodrigo, que disputava a reeleição, Gisânia, Licurí, Robertão e Zé do Cirilo deixaram o plenário e se dirigiram para suas residências. A bancada de oposição composta pelos vereadores Júnior, Nevton, Cirilo, Dió, Fabrício, Rode e Nelson não aceitaram a decisão da mesa diretora de cancelar a sessão e realizaram uma sessão extra que resultou na eleição do vereador Júnior como novo presidente da Câmara.
veradores
veradores
De acordo com Rodrigo Gomes, a sessão que elegeu o vereador Júnior como novo presidente não tem nenhuma validade.

De acordo com Rodrigo Gomes, atual presidente da Câmara, a sessão que elegeu o vereador Júnior como novo presidente não tem nenhuma validade, pois a eleição havia sido cancelada pela mesa diretora após o tumulto e seria remarcada para uma nova data, Rodrigo acrescentou ainda que os livros de ata foram subtraídos no momento em que o mesmo deixava o plenário. Mais uma vez tudo indica que a eleição da nova mesa diretora Câmara de Cansanção vai ser decidida na justiça.

Manobra Política – Uma manobra realizada pelo grupo político do ex-prefeito Ari de Almerindo acabou mudando o rumo da escolha da nova mesa diretora. Os vereadores Dió, Nelson Alcântara e Fabrício que faziam parte da base governista, acabaram declarando apoio à chapa do vereador Júnior, o que levou a oposição a contar agora com sete dos treze veeradores, mesmo que a eleição seja anulada e remarcada para uma nova data, por ter maioria, dificilmente o vereador Júnior deixará de ser conduzido a presidência.

Por: Portalcansancao.com.br/Fotos: Ceará Som


http://4.bp.blogspot.com/-0gMJZThMRyE/UdP6il8sqWI/AAAAAAAADsw/D3RVNhMCSfw/s691/BARRA2.gif

Nenhum comentário: