Create your survey with SurveyMonkey

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Um minuto para o fim do mundo? Astrônomo afirma que a Terra será atingida por asteróide ainda hoje


O mundo vai acabar hoje. Pelo menos é o que afirma o auto proclamado astrônomo russo Dyomin Damir Zakharovich, que disse que o asteróide 2016WF9, descoberto pela Agência Espacial Norte-Americana (NASA) ainda em 2016, se colidirá nesta quinta-feira (16) com a Terra, formando um enorme tsunami e levando todos à morte.

O astro tem cerca de 1 quilômetro de diâmetro e, de acordo com a NASA à época, passará a cerca de 51 milhões de quilômetros de distância da Terra. 

"O objeto que chamam de WF9 deixou o 'sistema Nibiru' em outubro, quando Nibiru começou a circular o Sol no sentido horário. Desde então, a Nasa sabe que ele irá se chocar contra a Terra. Mas, não estão contando para ninguém", disse o "astrnomo", em entrevista ao jornal inglês "The Daily Mail".

Entretanto, a informação foi desmentida pela própria NASA. Segundo a agência, o asteróide é escuro e reflete pouca luz por sua superfície e, logo, não oferece perigo ao nosso planeta. "A trajetória do 2016WF9 é bem conhecida e o objeto não será uma ameaça à Terra pelos próximos milhares de anos", informou, em nota.

Além do meteoro que pode atingir a Terra nesta quinta, há também uma outra teoria, que afirma que o planeta imaginário Nibiru também está na rota de colisão com a Terra e, possivelmente, possa atingir nosso planeta em outubro deste ano. Ao que tudo indica, o planeta imaginário teria sido deslocado para a órbita terrestre por meio de uma força gravitacional. Porém, não há qualquer afirmação científica de que exista um sistema solar ou planeta chamado "Nibiru".

* Colaborou Bárbara Rodrigues, sob supervisão de Gledson Leão

Nenhum comentário: